Menu
All travel Tips for:
Salamanca, Spain
your upload pic!
Salamanca, Spain

Recomendations:
  1. teste Salamanca mui bueno sisi carinõ
  2. teste okkk
  3. lests teste the thing
Things to Avoid:
  1. lets test the thing
  2. some place
  3. don´t eat that chocolate shit!
About my trip:

Durante a Guerra Peninsular, a cidade foi ocupada pelas tropas do marechal Nicolas Jean de Dieu Soult em 1809 e ficou em mãos francesas até a batalha de Salamanca, em 1812, que foi ganha pelas tropas portuguesas, britânicas e espanholas lideradas por Arthur Wellesley, 1.º Duque de Wellington. Durante a ocupação, os franceses destruíram muitos edifícios para obter material para construir defesas, especialmente no bairro de Caídos, no qual havia famosos colégios maiores ligados à universidade, dos quais não sobrou nada. A cidade sofreu muito com o fechamento das universidades decretado pelo rei Fernando VII de Espanha. Quando a universidade de Salamanca foi reaberta, ela se tornou uma mera universidade de províncias. Em 1833, foi criada a província de Salamanca, pertencente à Região de Leão, e a cidade de Salamanca tornou-se a capital da província. Em 1877, a cidade beneficiou-se com a construção da estrada de ferro entre Portugal e França, que passava pela cidade. Com a eclosão da Guerra Civil Espanhola em 1936, o exército sublevado logo tomou o poder na cidade, fuzilando o prefeito Castro Prieto Carrasco.[5] Entre outubro de 1936 e novembro de 1937, o Palácio Episcopal de Salamanca foi residência e centro de comando do general Franco. A cidade também foi sede de algumas organizações falangistas e de alguns ministérios durante a guerra civil. Todos os documentos apreendidos pelo exército sublevado durante a guerra foram guardados na cidade e vieram a formar o Arquivo Geral da Guerra Civil Espanhola. Em 2006, os papéis desse arquivo referentes à Catalunha foram transladados a essa comunidade autónoma em meio a grandes disputas entre a prefeitura de Salamanca, o governo espanhol e manifestações populares. Como protesto, o prefeito de Salamanca Julián Lanzarote, do Partido Popular, mudou o nome da rua onde se localiza o arquivo: de "Gibraltar" (nome que homenageava as milícias salmantinas que fizeram parte da conquista de Gibraltar por Afonso XI), passou a ser chamada de El Expólio ("O Espólio"). Em 1940, o papa Pio XII fundou a Universidade Pontifícia de Salamanca. Em 1988, a cidade foi declarada património da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Em 1998, a cidade foi designada, junto com Bruxelas, Capital Europeia da Cultura de 2002. Em 2005, a cidade sediou a XV Conferência Ibero-americana. Cultura[editar | editar código-fonte] Salamanca é uma das cidades espanholas mais ricas em monumentos da Idade Média, do Renascimento e das épocas barroca e neoclássica. Destacam-se as catedrais velha e nova, o Palácio da Salina, o Palácio de Anaya, o Palácio de Monterrey, a Casa das Conchas, o Convento das Senhoras (Convento de las Dueñas) e a Torre do Cravo (Torre del Clavero). O Museu Diocesano, o Museu Catedralício, o Museu Universitário e o Museu das Senhoras são outras referências culturais da cidade. A atual vid

Precious tips provided by:

Márcio Serrado Fernandes


Share on Facebook

© 6 Travel Tips.